26

mar

VIAGENS : cuidados básicos nem sempre observados!

VIAGENS : cuidados básicos nem sempre observados!

 (veja material ilustrado na pagina Proteja-se)

VIAGENS

Cuidados  durante a viagem

Nas áreas externas, não deixe ferramentas e escadas, elas podem ser usadas para arrombamento.

Se tiver que deixar sua casa sozinha, peça a um vizinho para notificar a polícia sobre movimentos suspeitos.

Nas ausências prolongadas, peça a um parente para visitar sua casa, a fim de demonstrar a presença de pessoas (abrindo janelas, regando jardins, entrando com o carro na garagem etc.).

Sempre que possível, peça para um amigo ou empregado que tome conta da casa ou do apartamento, pelo menos uma vez por semana, ficando responsável por cuidar das plantas e, principalmente, da grama, para não deixar o local com aspecto de abandonado.

Comunique sua ausência a um vizinho de confiança, peça a ele para recolher a correspondência e telefone de vez em quando, para saber se está tudo bem.

Suspenda temporariamente as assinaturas de jornais e revistas, a não ser que alguém possa recebê-los por você.

Não deixe luzes acesas, pois, durante o dia, significam ausência de pessoas.

Só deixe a chave de sua residência com pessoas de absoluta confiança.

Se você tem secretária eletrônica, deixe uma mensagem com um número de telefone em que possam encontrá-lo. Isso evitará que a fita ou memória fique cheia, evidenciando ausência prolongada.

Uma casa ou edifício bem iluminado diminui a probabilidade de roubo, segundo a polícia. Se não houver alguém para acender e apagar as luzes, diariamente, uma solução simples e não muito cara são as lâmpadas com célula fotoelétrica.

Em janelas grandes de vidro, é recomendado o encaixe de uma peça de madeira, principalmente se não houver grades no local. Isso evita que o vidro seja quebrado e a residência invadida.

Se você deixar um cachorro para cuidar do local, é recomendável que ele seja treinado para não comer alimentos jogados no chão. O cão só deverá aceitar alimentos da pessoa que cuidará dele durante o período de sua ausência.

Verifique se portas, janelas e portões estão bem trancados.

Examine os pontos vulneráveis de sua casa. Se possível, instale dispositivos de segurança, como, por exemplo, um reforço à tranca normal das janelas e portas.

Dificulte o acesso ao interior de sua residência, trancando as portas de todos os cômodos e recolhendo as chaves.

Não deixe jóias ou dinheiro dentro de casa, mesmo que seja em cofre. Use o cofre de algum banco.

Evite colocar cadeados do lado externo do portão. Isso pode chamar a atenção para a sua ausência.

Desligue a campainha. Assim, você deixa em dúvida quem a tocar apenas para verificar se você está em casa.

Sua bagagem

Lembre-se de colocar nome, endereço, telefone e cópia do roteiro de sua viagem dentro da bagagem. Em caso de perda, essas informações ajudarão a recuperá-las mais rapidamente.

Coloque roupas na mala, ao invés de carregá-las como volumes individuais.

Em aeroportos, estações rodoviárias e ferroviárias, portos, não deixe sua bagagem fora do seu alcance.

Viajando de ônibus

Cuidado

com golpes como o do falso vendedor de passagens que, usando uniforme, oferece passagens falsas com desconto – principalmente em feriados, quando a procura é grande.

Leve a maior parte de sua bagagem no bagageiro inferior do ônibus. Coloque sua bagagem de mão no bagageiro superior oposto à sua poltrona, e fique atento em paradas.

Se notar que alguém está armado dentro do ônibus, comunique discretamente o motorista ou fiscal.

Ao descer, nas paradas, leve sua bagagem de mão e carteira.

Nos pontos de parada, fique atento a pessoas que fingem ter entrado no ônibus “por engano” quando, na verdade, podem ter entrado para furtar.

Viajando de avião

Coloque sua bagagem de mão no bagageiro do lado oposto à sua poltrona.

Fique atento nas escalas, evitando que outros passageiros retirem sua bagagem.

Durante os traslados, vigie de perto e ininterruptamente sua bagagem. Use etiquetas grandes e/ou coloridas que permitam a fácil identificação de suas malas nas esteiras ou balcões de entrega.

Viajando de carro

Verifique se a sua documentação e a do veículo estão em ordem.

Revise o veículo, verificando faróis, pneus, estepe, freios, combustível, óleo, documentos e limpadores de pára-brisas.

Antes de partir, compre um mapa para não precisar parar para pedir informações.

Planeje o seu caminho e calcule o tempo da viagem. Procure escolher antecipadamente os locais de parada para abastecer o carro, alimentar-se e usar banheiros. Assim, você evita paradas de emergência em lugares menos iluminados e movimentados. Se a

estrada for conhecidamente perigosa, leve alimentos com você.

 

Tenha sempre à mão um telefone celular com a bateria completa.

Leve com você os números dos postos policiais pelos quais irá passar. Também deixe à mão os números de telefone das polícias rodoviária, estadual e federal e, se possível, o telefone de emergência da rodovia que você vai usar. Em qualquer situação, o número 190 é sempre uma boa alternativa. Grave todos esses números na agenda de seu telefone celular.

Evite viajar à noite. Se for preciso, siga sem fazer paradas.

Evite ao máximo viajar sozinho; é mais seguro estar sempre acompanhado.

Se possível, viaje com outros carros, como se fosse uma caravana ou comboio. Além de inibir a ação dos criminosos, você estará mais seguro no caso de algum problema mecânico.

Caso um pneu fure, analise a situação antes de parar o carro. Se desconfiar de que possa ser uma tática de assalto, siga em velocidade reduzida até encontrar um local seguro para consertá-lo. Se o problema for outro, avalie as condições do local, pare no acostamento, ligue o pisca-alerta, tranque o carro, sinalize com o triângulo e afaste-se. Tente conseguir o socorro usando o telefone celular ou os telefones de emergência instalados nas rodovias.

Se você precisar pedir informações, é preferível fazer isto nos postos policiais.

Quando parar em um posto de serviços, tranque o carro.

Se você  passar por pessoas pedindo ajuda (por falha mecânica ou acidente), não pare no local. Faça isso mais adiante (a uma distância de, pelo menos, 200 m), telefone para a polícia ou serviço de resgate, e peça socorro.

Não dê  carona a estranhos.

No seu destino

Não troque dinheiro com carregadores ou agenciadores em aeroportos e estações rodoviárias ou ferroviárias. Procure casas de câmbio ou bancos autorizados.

Evite andar sozinho em becos, vielas e locais desertos.

Cuidado com pessoas desconhecidas em casas de diversão.

Em restaurantes

abertos não pendure bolsas, câmeras fotográficas ou de vídeo nas cadeiras e nem as coloque no chão.

Não revele informações pessoais a desconhecidos, ainda que sejam companheiros de viagem.

No hotel

Não abra a porta do seu quarto sem antes identificar o visitante.

Mantenha as portas sempre trancadas e, quando você estiver no quarto, use as trancas.

Ao sair, tenha certeza de que janelas e portas (principal e de conexão com outros quartos) estão bem trancadas.

Evite o uso de jóias e objetos de valor em locais de muita aglomeração. Guarde seus valores no cofre do hotel (inclusive o passaporte, os cheques de viagem e bilhetes de passagem de volta).

Use sempre a entrada principal do hotel, quando retornar tarde.

Cuide das chaves do seu quarto como se fossem as chaves de sua casa.

Veja quantas portas separam seu quarto da saída de emergência. Saiba onde estão os extintores de incêndio e alarmes.

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.


Leave a comment